Eleições 2022

União Brasil oficializa candidatura de Soraya Thronicke à presidência

Senadora substitui o deputado federal Luciano Bivar (PE), presidente da legenda, que desistiu de participar da disputa ao Palácio do Planalto

Por  Marcos Mortari -

O União Brasil oficializou, nesta quinta-feira (5), em convenção partidária realizada em São Paulo, o nome da senadora Soraya Thronicke (MS) como candidata à Presidência da República.

A parlamentar substitui o deputado federal Luciano Bivar (PE), presidente da legenda, que, na semana passada, desistiu de participar da disputa ao Palácio do Planalto.

Fruto da fusão entre PSL e DEM, o União Brasil disputa sua primeira eleição com as maiores fatias do fundo eleitoral e de tempo para propaganda no rádio e na televisão − ativos muito cobiçados pelas campanhas do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e do presidente Jair Bolsonaro (PL), que hoje lideram a corrida pelo comando do Poder Executivo em nível nacional.

Com mandato até 2027 no Senado Federal, Thronicke já entra como uma espécie de vencedora na corrida presidencial, já que, mesmo se a candidatura não se mostrar competitiva, ganhará forte exposição nacional e não perderá assento no parlamento para a próxima legislatura.

Nestas eleições, a candidata terá a missão de quebrar a polarização mantida entre Lula e Bolsonaro − desafio complexo a julgar pela cristalização da preferência de parcela expressiva do eleitorado a pouco menos de dois meses do pleito.

“A briga política não resolveu nada até agora para nós brasileiros, e essa briga não vai nos levar a nada”, disse Thronicke durante a convenção do União Brasil.

O economista Marcos Cintra, ex-secretário da Receita Federal na própria gestão do ministro Paulo Guedes (Economia), foi convidado na última hora como vice, em uma chapa “puro sangue” − isto é, sem partidos coligados.

Compartilhe