Em meio à crise

Tucanos começam a articular Armínio Fraga para a Fazenda, afirma Estadão

Contudo, deputados do PSDB evitam falar sobre eventual substituição de Henrique Meirelles do Ministério da Fazenda

arrow_forwardMais sobre

SÃO PAULO – As incertezas seguem no radar em meio à eclosão política. Neste cenário, algumas hipóteses estão sendo consideradas: além da sucessão de Michel Temer, também há especulações sobre mudanças na equipe econômica.  E, de acordo com informações do jornal O Estado de S. Paulo, o nome do ex-presidente do Banco Central, Armínio Fraga, passou a ser lembrado para comandar o Ministério da Fazenda, caso o presidente Michel Temer seja cassado ou renuncie. 

O nome de Fraga já tinha sido cogitado quando Temer estava montando a sua equipe econômica. Ele também foi o “ministro” da Fazenda escolhido por Aécio Neves durante a campanha presidencial de 2014 (o tucano foi derrotado no segundo turno). Deputados do PSDB evitam falar sobre eventual substituição de Henrique Meirelles do Ministério da Fazenda, argumentando que ainda é cedo e que qualquer discussão sobre isso neste momento pode gerar uma instabilidade no mercado. Porém, nos bastidores, reconhecem que Fraga tem preferência de alguns tucanos, embora uma eventual agenda de reformas seja muito semelhante à de Meirelles.

Alguns caciques veem como um cenário muito perigoso os rumores de nomes, quadro que pode desestabilizar a equipe econômica e piorar a crise. A sinalização de que Meirelles pode continuar no governo se Temer sair ajudou a acalmar os mercados. Tucanos dizem não ter um veto explícito a Meirelles, mas afirmam que há algumas “divergências”. 

PUBLICIDADE