Terceira representação contra Renan deve ser enviada ao Conselho de Ética

O senador Álvaro Dias remarcou reunião e afirmou que a Mesa Diretora não tem poderes para arquivar a representação

arrow_forwardMais sobre

SÃO PAULO – O senador Álvaro Dias, vice-líder do PSDB no Senado, remarcou para a próxima quinta-feira (16) a reunião da Mesa Diretora da Casa para decidir se enviará ao Conselho de Ética a terceira representação contra Renan Calheiros.

Dias afirmou que a nova representação deve ser encaminhada ao Conselho de Ética da Casa e que a Mesa Diretora não tem poderes para arquivar a representação. “Na minha opinião, não há nenhuma chance de a representação não passar”, disse o senador.

O pedido de investigação foi apresentado por PSDB e DEM, que cobram apuração sobre a denúncia de que Renan teria usado “laranjas” para comprar um grupo de comunicação em Alagoas. Dias considera que a denúncia amplia a necessidade de investigações do conselho sobre o presidente do Senado.

A denúncia

PUBLICIDADE

O corregedor do Senado, Romeu Tuma, vai convidar o usineiro João Lyra para prestar esclarecimentos sobre informações publicadas pela revista Veja neste final de semana. De acordo com a assessoria de imprensa de Tuma, ainda não está agendada a data em que Lyra deverá ser ouvido, mas há expectativa que seja ainda esta semana.

Segundo a revista, o usineiro confirma ter feito sociedade secreta com Renan Calheiros, na compra de uma emissora de rádio e de um jornal em Alagoas. A compra dos dois veículos de comunicação, por intermédio de “laranjas”, teria dado origem à empresa JR Radiodifusão.

A reportagem ainda cita que Renan teria investido R$ 1,3 milhão no negócio, valor que não teria sido declarado à Receita Federal ou à Justiça Eleitoral.