Outro lado

Temer pediu proposta para Previdência para contemplar servidor, diz Rogério Rosso

"Marun é meu amigo e está trabalhando demais e o esquecimento às vezes faz parte", disse o deputado

O deputado Rogério Rosso (PSD-DF) reagiu com ironia à declaração do ministro da Secretaria de Governo, Carlos Marun, que disse nesta terça-feira, 30, desconhecer pedido do presidente Michel Temer para que ele costurasse uma proposta alternativa para a transição dos servidores na reforma da Previdência.

Quer investir em ações pagando só R$ 0,80 de corretagem? Clique aqui e abra sua conta na Clear

“Marun é meu amigo e está trabalhando demais e o esquecimento às vezes faz parte”, disse o deputado ao Broadcast, serviço de notícias em tempo real do Grupo Estado. Segundo Rosso, o presidente Michel Temer fez o pedido a ele um dia antes de viajar para Davos, no Palácio do Planalto, para “trabalhar um texto para contemplar os servidores”. “Simples assim”, disse Rosso.

PUBLICIDADE

Em entrevista nesta terça, Marun disse não ter conhecimento do pedido do presidente a Rosso, mas admitiu que a proposta pode sofrer novas alterações desde que agregue votos. “Não queremos conversa que não leve a lugar nenhum, conversas que não tragam votos”, reforçou.

Rosso pretende apresentar a proposta nesta quarta-feira para a transição de aposentadoria para quem entrou no serviço público antes de 2003. Esse é um ponto de impasse da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) da Previdência.