"Não renuncio"

Temer diz que não cogita renunciar e que se for cassado obedecerá decisão da Justiça

Em entrevista a jornalistas, no Palácio do Planalto, o presidente afirmou ainda que não pretende fazer nenhuma mudança em seu ministério por causa das delações da Odebrecht

arrow_forwardMais sobre
Aprenda a investir na bolsa

O presidente Michel Temer afirmou nesta quinta-feira que não tem cogitado renunciar e que recorrerá com “recursos e mais recursos” caso o TSE (Tribunal Superior Eleitoral) julgue procedente a ação que pede a cassação da chapa Dilma Rousseff-Temer. Contudo, ele afirmou que obedecerá a decisão final da Justiça no caso de seu mandato ser cassado.

“Não tenho pensado nisso [em renunciar ao cargo de presidente da República]”, disse Temer. “Havendo uma decisão [do TSE por cassar a chapa], haverá recursos e mais recursos”, completou, mas ressaltando que será obediente à decisão final.

Em entrevista a jornalistas, no Palácio do Planalto, o presidente afirmou ainda que não pretende fazer nenhuma mudança em seu ministério por causa das delações da Odebrecht, cujos vazamentos de informações têm motivado uma série de denúncias envolvendo o próprio presidente e ministros de sua equipe, entre eles o chefe da Casa Civil, Eliseu Padilha, a quem o presidente garantiu no cargo nesta quinta. Todos os acusados vem negando as denúncias.

Aprenda a investir na bolsa

(Com Reuters)