Em busca de conversa

Temer deve procurar Lula após Senado aprovar processo de impeachment de Dilma, diz Folha

O vice tem dito, em conversas reservadas, que a contribuição do do PT “seria de extrema importância” para garantir estabilidade a um novo governo e que o petista é fundamental para segurar a pressão das ruas

SÃO PAULO – A admissibilidade do processo de impeachment no Senado deve ser votada na próxima semana. A probabilidade de Dilma Rousseff ser afastada é grande e, tão logo isso aconteça, Michel Temer deve procurar o ex-presidente e padrinho político da presidente, afirma a coluna Painel, da Folha de S. Paulo.

Temer tem dito, em conversas reservadas, que a contribuição do do PT “seria de extrema importância” para garantir estabilidade a um novo governo e que o petista é  fundamental para segurar a pressão das ruas.

Além disso, Lula sabe que terá dificuldades para se posicionar contra a agenda de Temer para a economia uma vez que Henrique Meirelles, o mais cotado para o ministério da Fazenda, era o seu nome para o cargo há tempos. 

PUBLICIDADE

Além disso, o PT avalia que será cobrado se votar no Congresso contra medidas que  resgatem a economia brasileira da crise. Porém, um dirigente petista manifestou contrariedade em conversa com a coluna:  “Michel Temer não precisará do PT para garantir sua governabilidade no Congresso. Nós e eles sabemos disso. A aproximação não faria qualquer sentido”. 

Especiais InfoMoney:

Carteira InfoMoney rende 17% no 1º trimestre; CLIQUE AQUI e baixe!

Trader que perdeu R$ 285.000 com Telebras conta como deu a volta por cima

André Moraes diz o que gostaria de ter aprendido logo que começou na Bolsa