Pedido da PGR

STF vai investigar em conjunto ataques de Bolsonaro às urnas com atuação de milícias digitais

Em fevereiro passado, Moraes já havia permitido o compartilhamento de provas entre as duas investigações

Por  Reuters -

BRASÍLIA (Reuters) – O ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), determinou que as investigações sobre os ataques que o presidente Jair Bolsonaro fez às urnas eletrônicas em uma live no ano passado sejam realizadas conjuntamente com o inquérito que apura a suposta atuação de uma milícia digital contra a democracia.

A decisão atende a pedido da Procuradoria-Geral da República (PGR) ao avaliar que a medida poderia ajudar a melhor formar um “juízo de convencimento” de que poderá eventualmente mover uma ação sobre o caso.

Em fevereiro passado, Moraes já havia permitido o compartilhamento de provas entre as duas investigações.

“Como se vê, os elementos de prova colhidos nesta petição incidental, instaurada para apuração dos fatos envolvendo a live realizada pelo presidente da República na data de 29/7/2021, devem ser analisados em conjunto com a investigação principal conduzida no Inq 4.874/DF, cujo objeto é uma organização criminosa complexa, de forte atuação digital e com núcleos de produção, publicação, financiamento e político, com objetivo de atacar o Estado Democrático de Direito”, disse o ministro do STF, no despacho.

No ano passado, Moraes já havia incluído Bolsonaro no rol de investigados de um inquérito em função dos ataques aos ministros da Corte e disseminação de notícias falsas sobre as urnas eletrônicas feitas em uma live realizada em junho pelo presidente, após um pedido feito pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

O outro inquérito investiga se há relação de Bolsonaro com milícias digitais responsáveis por ataques às instituições democráticas, inclusive com o financiamento com uso de recursos públicos.

Cadastre-se na IMpulso e receba semanalmente um resumo das notícias que mexem com o seu bolso — de um jeito fácil de entender:
Concordo que os dados pessoais fornecidos acima serão utilizados para envio de conteúdo informativo, analítico e publicitário sobre produtos, serviços e assuntos gerais, nos termos da Lei Geral de Proteção de Dados.
check_circle_outline Sua inscrição foi feita com sucesso.
error_outline Erro inesperado, tente novamente em instantes.
Compartilhe