AO VIVO Curso gratuito do Stock Pickers ensina a identificar ações com ótimo potencial de valorização

Curso gratuito do Stock Pickers ensina a identificar ações com ótimo potencial de valorização

Operação Lava Jato

Solto ou preso, Palocci deve fechar acordo de delação premiada, diz colunista

Caso de Palocci seria similar ao de Ricardo Pessôa, da empreiteira UTC, e do casal de marqueteiros Mônica Moura e João Santana, que fecharam delação mesmo após solto por decisão do STF

SÃO PAULO – A concessão de habeas corpus ao ex-ministro José Dirceu e ao empresário Eike Batista não deve alterar a disposição de Antonio Palocci em fechar com a força-tarefa da operação Lava Jato um acordo de delação premiada. Conforme conta a jornalista Mônica Bergamo, da Folha de S. Paulo, criminalistas próximos ao ex-ministro teriam dito que ele deve seguir as negociações em troca de redução na pena.

Segundo a coluna, o caso de Palocci seria similar ao de Ricardo Pessôa, da empreiteira UTC, e do casal de marqueteiros Mônica Moura e João Santana, que fecharam delação mesmo após solto por decisão do Supremo Tribunal Federal. A estratégia seria obter uma redução drástica na pena, tendo em vista a grande probabilidade de haver condenação a muitos anos de cadeia ao final do processo.