RADAR INFOMONEY Hering (HGTX3) sai do básico com plano ousado para 2021. Vai funcionar?

Hering (HGTX3) sai do básico com plano ousado para 2021. Vai funcionar?

Sistema irá permitir que pessoas acompanhem atuação do Judiciário

O Sistema Justiça Aberta irá permitir que qualquer cidadão acompanhe os dados do Judiciário pela internet

SÃO PAULO – O CNJ (Conselho Nacional de Justiça) lançou, na última terça-feira (24), o Sistema Justiça Aberta, que irá permitir que as pessoas acessem os dados estatísticos do Judiciário.

Segundo a Agência Brasil, o novo sistema foi desenvolvido com o objetivo de oferecer uma visão contextualizada do Poder Judiciário e possibilitar o acompanhamento da atuação do setor.

“Esses dados vão estar disponíveis para que os mais diversos setores da sociedade brasileira possam dialogar diretamente com o CNJ e com os diversos órgãos juridicionais de forma crítica, dizendo, inclusive, que determinado tipo de concepção pode estar equivocado”, afirmou o presidente do CNJ e do STF (Supremo Tribunal Federal), Gilmar Mendes.

Comparação

O sistema também irá permitir a edição de quadros comparativos entre juízos de uma mesma região ou estado. O acesso ao sistema já está disponível pelo site www.cnj.jus.br.

Para o corregedor nacional de Justiça, ministro César Asfor Rocha, a preocupação do Conselho é estabelecer linhas de planejamento de gestão para o Judiciário. “A questão disciplinar ainda é objeto de nossas preocupações. Mas o que revela a ação atual é estabelecer pontos de gestão, pontos estratégicos de atuação judiciária”, afirmou.