Senadores aprovam requerimento para audiência pública sobre salário mínimo

O requerimento foi do senador Paulo Paim (PT-RS), que alegou que os aposentados estão recebendo reajustes menores

SÃO PAULO – Na última quarta-feira (5), a Comissão de Assuntos Sociais do Senado aprovou o requerimento do senador Paulo Paim (PT-RS) para a realização de uma audiência pública sobre o salário mínimo, seu impacto na sociedade e na renda dos aposentados.

De acordo com Paim, sua maior preocupação é com a situação dos aposentados, que estão recebendo reajustes bem menores do que os aplicados ao salário mínimo.

Conforme divulgou a Agência Senado, o senador também conclamou a Comissão de Assuntos Econômicos a votar sua proposta de conceder às aposentadorias o mesmo reajuste do mínimo.

Audiência

PUBLICIDADE

“São nove milhões de aposentados em situação desesperadora, porque ganham acima do salário mínimo, mas estão vendo seus benefícios minguarem por receberem reajustes em percentagens ainda menores que aquelas concedidas ao mínimo”, argumentou Paim.

O parlamentar propôs convidar autoridades dos Ministérios do Trabalho e Emprego e da Previdência e Assistência Social, das centrais sindicais e das confederações de trabalhadores para a audiência pública.

Idosos prejudicados

Também na última quarta-feira (5), o senador Mão Santa (PMDB-PI), em discurso, citou matéria publicada pelo jornal O Estado de Minas que aponta que, até 2030, os rendimentos de todos os aposentados brasileiros estarão reduzidos ao salário mínimo, mesmo os que atualmente recebem valores maiores.

Mão Santa criticou os critérios de reajuste das aposentadorias adotados pelo Palácio do Planalto, sempre em um índice inferior ao do mínimo, o que prejudica aos idosos.

De acordo com ele, muitos aposentados contribuíram para receber dez salários mínimos e agora perfazem pouco mais de quatro. “Os que pagaram por um benefício de cinco mínimos, hoje ganham dois”, concluiu.