Senadora do PSDB, Marisa Serrano, aceita convite para presidir a CPI dos Cartões

PT realizará reunião para definir posicionamento sobre o acordo, e já pressiona a oposição para ficar com a relatoria

SÃO PAULO – Após certa resistência, a senadora Marisa Serrano (PSDB-MS) aceitou o convite para presidir a CPI mista dos Cartões Corporativos. A divulgação foi feita após uma reunião entra a senadora e o líder do PSDB Arthur Virgílio (AM). O líder do senado Romero Jucá (PMDB-RR) afirmou que o cargo foi cedido como forma de harmonizar o trabalho no senado.

Além disso, nesta sessão o senador Jarbas Vasconcelos (PMDB-PE) recusou o convite do líder do PSDB para a presidência da CPI mista. Frente ao fato, tudo indicava que o cargo iria, de fato, para a senadora, que ficou conhecida por sua atuação no caso Renan.

Com o problema da escolha do presidente da CPI mista resolvido, a bancada do PT na Câmara realizará uma reunião, ainda nesta sessão, para definir seu posicionamento sobre o acordo.

PUBLICIDADE

Por fim, os deputados petistas já começaram a pressionar a oposição para que desista de indicar o relator da CPI mista, pois já haviam indicado Luiz Sérgio (PT-RJ) para o cargo. Por outro lado, líder do PT na Câmara Maurício Rands (PE) é menos incisivo e deixa dúvidas se o partido vai continuar na relatoria.