Investigação

“Quadrilhão do PT”: Fachin manda denúncia contra Dilma e Lula para primeira instância

Por decisão do ministro, apenas os casos da senadora e presidente do PT, Gleisi Hoffmann, e do ex-ministro Paulo Bernardo, continuarão no Supremo

arrow_forwardMais sobre

SÃO PAULO – O ministro Luiz Edson Fachin, do STF (Supremo Tribunal Federal), enviou nesta quinta-feira (8) o envio da denúncia contra os ex-presidentes Luiz Inácio Lula da Silva e Dilma Rousseff pelo chamado “quadrilhão do PT” para a Justiça Federal de Brasília. Além deles, são acusados também os ex-ministros Antonio Palocci e Guido Mantega, e o ex-tesoureiro do PT João Vaccari Neto.

A acusação, por organização criminosa, foi oferecida pelo ex-procurador-geral da República, Rodrigo Janot, em 2017. Por decisão do ministro do STF, apenas os casos da senadora e presidente do PT, Gleisi Hoffmann, e do ex-ministro Paulo Bernardo, continuarão no Supremo.

Os denunciados são suspeitos de “promover, constituir, financiar ou integrar, pessoalmente ou por interposta pessoa, organização criminosa”, com a acusação de recebimento de R$ 1,48 bilhão em propinas pelos petistas em esquema de desvios na Petrobras.

PUBLICIDADE

As denúncias haviam sido remetidas ao STF porque Gleisi Hoffmann tem foro privilegiado por ser senadora. Mas a própria Procuradoria pediu o fatiamento para os acusados sem foro, para a Justiça Federal do Paraná.

Quer investir em ações pagando só R$ 0,80 de corretagem? Clique aqui e abra sua conta na Clear