Segundo Folha

PT perde ação movida contra Gilmar Mendes e terá que desembolsar R$ 3 mil

A legenda recorreu à Justiça no ano passado, quando o ministro fez críticas ao fato do partido ter ajudado condenados do mensalão a arrecadarem alguns milhões para pagar as multas impostas a eles pelo Supremo.

arrow_forwardMais sobre

SÃO PAILO – De acordo com a colunista Monica Bergamo, da Folha de S. Paulo, em coluna do último feriado, a Justiça do Distrito Federal considerou improcedente uma ação de reparação por danos morais movida pelo PT contra o ministro do STF (Supremo Tribunal Federal) Gilmar Mendes.

O partido terá ainda que desembolsar R$ 3 mil para o pagamento de honorários advocatícios e custas processuais. 

A legenda recorreu à Justiça no ano passado, quando o ministro fez críticas ao fato do partido ter ajudado condenados do mensalão a arrecadarem alguns milhões para pagar as multas impostas a eles pelo Supremo. “E se for um fenômeno de lavagem? De dinheiro mesmo, de corrupção?”, afirmou Mendes. 

PUBLICIDADE

Raimundo Silvino da Costa Neto, juiz do Tribunal de Justiça do Distrito Federal, destacou que não houve “nenhum excesso”. Para ele, o ministro fez “apenas questionamentos sobre a rapidez com que os recursos foram arrecadados”.

É hora ou não é de comprar ações da Petrobras? Veja essa análise especial antes de decidir: