MERCADOS AO VIVO EUA criam 307 mil vagas no setor privado em novembro, abaixo do esperado, mostra relatório ADP

EUA criam 307 mil vagas no setor privado em novembro, abaixo do esperado, mostra relatório ADP

Política

PSOL, Rede e metade da bancada do PT protocolam pedido de cassação de Cunha

46 dos 512 integrantes da Câmara, ou seja menos de 10% do total, que integram sete partidos políticos, assinaram o pedido

Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – O PSOL e a Rede, com apoio de metade da bancada do PT na Câmara, protocolaram nesta terça-feira (13), no Conselho de Ética da Câmara, uma representação com o pedido de cassação do mandato do presidente da Casa, Eduardo Cunha (PMDB-RJ). 46 dos 512 integrantes da Câmara, ou seja menos de 10% do total, que integram sete partidos políticos, assinaram o pedido. Entre eles 32 dos 62 petistas.

Apesar da oposição ter pedido o afastamento de Cunha do comando da Câmara, apenas três integrantes dos principais partidos contrários ao governo assinaram a representação, sendo três do PSB e um do PPS. Este pode ser um sinal de que a oposição prefere aguardar para “atacar” Cunha, já que ele é quem pode deflagrar um processo de impeachment contra a presidente Dilma Rousseff.

A representação lista a série de acusações feitas recentemente contra Cunha, que foi denunciado pela Procuradoria-Geral da República sob a acusação de envolvimento no esquema de corrupção na Petrobras. Nas últimas semanas surgiram informações de que o deputado e familiares são beneficiários de contas secretas na Suíça, que também teriam sido irrigadas pelo dinheiro desviado da estatal.

Aprenda a investir na bolsa

“É patético que na República tenhamos, na presidência da Câmara dos Deputados, um parlamentar com esse conjunto de acusações, com indícios robustíssimos. E que grande parte da Casa não reaja”, afirmou o deputado Chico Alencar (RJ), líder da bancada do PSOL, momentos antes de entregar o documento ao presidente do Conselho de Ética, José Carlos Araújo (PSD-BA).