Fica para próxima

PSDB não irá tratar sobre fechamento de questão da Previdência nesta quarta-feira

"Debate ocorrerá quando houver data marcada para a votação da reforma, bem como o texto final a ser votado", aponta nota

Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – Tema central nos últimos dias, o fechamento de questão pela reforma da Previdência não será discutido na reunião executiva do PSDB agendada para manhã desta terça-feira (6), segundo nota enviada pela assessoria de imprensa do partido.

“Não entrará na pauta da reunião de hoje do PSDB o fechamento de questão sobre o tema. O presidente em exercício da sigla, Alberto Goldman, explica que esse debate ocorrerá quando houver data marcada para a votação da reforma, bem como o texto final a ser votado”, segundo nota. Na verdade, a reunião, que contará com a presença do secretário da Previdência, Marcelo Caetano, e do relator da Reforma da Previdência na Câmara, Arthur Maia, terá como objetivo explicar as principais alterações no projeto.

Na noite de ontem, o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, afirmou que não crê que os tucanos fechem questão sobre a reforma da Previdência e disse que vai tentar ajudar a convencer os deputados de seu partido a votar a favor do texto. “A minha posição, e ela não é de hoje, é favorável à reforma, mesmo que não seja a ideal. Mas ela é o que nós temos hoje e é necessária ao país. A bancada já sabe disso e aí cada um avalia, são eles que votam, os deputados”, disse Alckmin. Em vista deste “vai e vem” dos tucanos, os membros da base aliada reclamam da postura dúbia do PSDB em relação à reforma da Previdência, já que pela postura política da sigla deveria aprovar o texto sem ressalvas.

Aprenda a investir na bolsa