Relatório ainda rende...

PSDB entrará com ação contra ministro responsável por relatório polêmico

O PSDB argumenta na ação que o governo “confessou que utiliza verbas publicitárias para abastecer seu exército de blogueiros”

arrow_forwardMais sobre

SÃO PAULO – O PSDB decidiu entrar na Justiça Federal com uma ação de improbidade administrativa, na esfera criminal contra o ministro da Secretaria de Comunicação Social do Palácio do Planalto, Thomas Traumann.

O motivo é o documento de responsabilidade do ministro, que destacou que  a comunicação do governo foi “errada e errática”. Além disso, a análise da Secretaria vê um ambiente de “caos político” e lista erros estratégicos após a reeleição.

“Em qualquer caos político, há sempre um que aponte ‘a culpa é da comunicação’. Desta vez, não há dúvidas de que a comunicação foi errada e errática. Mas a crise é maior do que isso”, afirma o documento.

PUBLICIDADE

O PSDB argumenta na ação que o governo “confessou que utiliza verbas publicitárias para abastecer seu exército de blogueiros”, segundo informações da coluna Radar Online, da Veja.

O documento causou polêmica e, segundo o jornal O Globo, Dilma teria ficado “perplexa” e teria dito a auxiliares que foi criado um problema desnecessário, mais um complicador num momento de vulnerabilidade do governo. Publicamente, a presidente afirmou em cerimônia no Planalto que o documento “não é oficial, não foi discutido no governo. Não reconheço como tal”.