Medidas econômicas

Proposta de medidas econômicas do governo Temer é adiada em 2 semanas, diz fonte

O objetivo é apresentar medidas que não usem recursos públicos, segundo essa pessoa ouvida pela Bloomberg

arrow_forwardMais sobre

(Bloomberg) — Ministros da equipe econômica apresentarão medidas ao presidente interino Michel Temer em 2 semanas, disse fonte que participou da reunião no fim da manhã desta 3ª-feira.

  • Ministros não falaram em contingenciamento, segundo fonte
  • Objetivo é apresentar medidas que não usem recursos públicos, segundo essa pessoa
  • Governo ainda está avaliando ativos do Estado que podem ser vendidos e quanto pode arrecadar
  • Pessoa pede para não ser identificada porque discussão não é pública
  • Entrevista coletiva após reunião desta 3ª-f. foi cancelada, informou assessoria de imprensa do Planalto a jornalistas
  • Estiveram presentes os ministros da Fazenda, Henrique Meirelles, da Agricultura, Blairo Maggi, da Secretaria de Governo, Geddel Vieira, de Relações Exteriores, José Serra, da Indústria, Marcos Pereira, da Casa Civil, Eliseu Padilha, interino do Turismo, Alberto Alves, além do líder do governo na Câmara dos Deputados, André Moura, e do secretário-executivo de Programa de Parcerias de Investimentos, Moreira Franco, segundo assessoria do Planalto
  • NOTA: Meirelles quer contingenciamento acima de R$ 20 bi, disse um membro do governo que pediu anonimato, na 2ª-feira

 

Esta matéria foi publicada em tempo realapara assinantes do serviço BloombergaProfessional.

PUBLICIDADE