Fogo amigo

Presidente do Senado mostra pouca empatia por Temer e exalta justamente o maior “inimigo” do governo

Eunício Oliveira defendeu Luiz Inácio Lula da Silva em discurso no Ceará

arrow_forwardMais sobre

SÃO PAULO – Durante a cerimônia do MCMV (Minha Casa, Minha Vida) em Canindé (CE), Eunício Oliveira (MDB-CE) mostrou pouca empatia pelo aliado de partido Michel Temer e nem mesmo exaltou o presidente pela entrega das 22.500 unidades em todo o País nesta semana, o maior ato do programa já promovido na gestão Temer. Nos pouco mais de 15 minutos no palanque, o presidente do Senado enalteceu justamente o maior “inimigo” do governo: Luiz Inácio Lula da Silva.

De acordo com informações do Painel, da Folha de S. Paulo, o presidente do Senado fez questão de citar muitas vezes o nome do ex-presidente e destacou sua importância para a região Nordeste: “se não fosse um pernambucano sofrido, se não fosse esse nordestino chamado Luiz Inácio Lula da Silva, não teríamos a transposição das águas do rio São Francisco”, afirmou sob aplausos da plateia.

Perguntado se votaria no petista em 2018, Eunício não pensou duas vezes e disse que obviamente votaria no Lula e completou: “faço política com ‘P’ maiúsculo. Estou aqui em parceria, sem medo daqueles que possam nos criticar, sem receio de absolutamente nada”, disse Eunício.

PUBLICIDADE