Presidente da Caixa nega interferência de Lula em gestão do banco

Carlos Vieira é indicado do chamado Centrão e assumiu o mais alto cargo da Caixa em 9 de novembro

Estadão Conteúdo

Publicidade

O presidente da Caixa Econômica Federal, Carlos Vieira, negou que o presidente Luiz Inácio Lula da Silva tenha interferido na gestão do banco público. Em entrevista ao programa Canal Livre, com exibição neste domingo (17) às 20h, no canal BandNews TV, Vieira disse que Lula se comprometeu a dar liberdade à sua atuação na presidência ao mesmo tempo em que pediu a ele um cuidado especial à população de menor renda.

“O presidente pediu a mim duas coisas objetivas. Ele pediu que cuidasse da população de renda menor. Ele não impôs. Ele apenas pediu que tivesse atenção. E pediu que a gente cuidasse da governança do banco”, disse. “Muito pelo contrário, ele foi muito taxativo, dizendo que daria liberdade a minha atuação”, completou ao canal. Um trecho da entrevista foi divulgado no site da emissora.

Vieira é indicado do chamado Centrão e assumiu o mais alto cargo da Caixa em 9 de novembro, logo após a ex-presidente Rita Serrano ser destituída. Além da presidência, o grupo político também é responsável por indicações a outras diretorias do banco público.

Newsletter

Infomorning

Receba no seu e-mail logo pela manhã as notícias que vão mexer com os mercados, com os seus investimentos e o seu bolso durante o dia

E-mail inválido!

Ao informar os dados, você concorda com a nossa Política de Privacidade.