Peru é o país da América Latina onde mais torcedores são loucos por futebol

Resultado, com base no consumo de produtos, serviços, mídia e comportamento, deixou países como Brasil e Argentina para trás

SÃO PAULO – Um estudo realizado pelo Ibope Media, em seis cidades da América Latina com população superior a quatro milhões de pessoas, procurou identificar torcedores que se enquadrassem na categoria batizada por “loucos por futebol”.

O resultado, com base no consumo de produtos, serviços, mídia e comportamento do consumidor, apontou o Peru como o país com o maior número de interessados pelo esporte. A região andina deixou países como Brasil e Argentina para trás.

Entretanto, o país, que não participa de uma copa do mundo desde 1990, vem perdendo adeptos e a tendência é que caia na tabela, já que os resultados apresentam uma queda de 17% para 15% em relação a 2006, ano que se iniciou a pesquisa.

PUBLICIDADE

Representado pelas cidades de São Paulo e Rio de Janeiro, o Brasil ficou em segundo lugar, com 11% de fanáticos, seguido de Santiago e Cidade do México, com 9% cada. A Argentina obteve a quinta e última posição, com 4%.

Fanatismo
Quanto a média de torcedores que frequentam os estádios de futebol, as cidades brasileiras foram as principais. Em 2009, 14% dos cariocas e paulistanos foram a pelo menos um jogo de futebol em estádios. Tão logo fica evidente o tamanho da discrepância em relação às outras cidades.

Santiago, no Chile, que obteve o segundo lugar, teve 6% da população que foi ao menos uma vez no ano num estádio. Contudo, ao se tratar de acompanhar os jogos pela televisão, verificou-se um aumento de 13% no público de programas esportivos e de 10% em jogos de futebol.

Esse resultado é amparado na melhora dos times locais em competições internacionais e da classificação da seleção chilena para a Copa do Mundo.

Lima, no Peru, é a cidade onde mais torcedores param para acompanhar os jogos de futebol pela TV, com 48%, acréscimo de 4% frente a 2006. Neste quesito, São Paulo e Rio de Janeiro diagnosticaram quedas substanciais de 7% em comparação ao período inicial da pesquisa.

Prática da “pelota”
Evidenciou-se, ainda, que em quase sua totalidade, houve queda significativa na prática do futebol pelos fanáticos. No caso da Argentina, por exemplo, verificou-se uma queda de 31% em relação a 2006. A Cidade do México não ficou muito distante, com queda de 25%.

PUBLICIDADE

No Brasil, a queda foi de 10%. Apenas a cidade de Santiago não apresentou variação na comparação com o ano inicial da pesquisa sobre futebol.

Metodologia
De acordo com o estudo, uma pessoa foi considerada “louca por futebol” se assistiu a jogos de futebol pela TV ou foi a um estádio de futebol nos últimos 12 meses, se assiste a programas esportivos frequentemente e se praticou futebol pelo menos duas vezes por mês.