Ex-presidente fala

“O pobre ajudou a salvar o Brasil”, diz Lula no Paraguai

Lula ainda defendeu as despesas do governo com programas sociais e afirmou que foram os pobres "salvaram" a economia brasileira no passado

arrow_forwardMais sobre
Aprenda a investir na bolsa

Em um seminário sobre assistência social realizado em Assunção, no Paraguai, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva afirmou que “nada serve” o crescimento do PIB se um País continua tendo pessoas passando fome. 

Lula ainda defendeu as despesas do governo com programas sociais e afirmou que foram os pobres “salvaram” a economia brasileira no passado. O ex-presidente usou o exemplo de quando assumiu a presidência, em 2003, e decidiu criar o Fome Zero.

“Era um momento em que a economia brasileira não estava bem, um momento muito difícil, que qualquer ministro da Fazenda, de qualquer país do mundo, iria dizer que não poderia fazer o programa porque não tinha dinheiro. Eu então resolvi que era exatamente naquele instante que nós tínhamos que dar o exemplo da inclusão dos mais pobres no orçamento da União”, afirmou.

Aprenda a investir na bolsa

Ele ainda destacou que a expansão econômica durante o seu governo, entre 2003 e 2010, foi devido às políticas que incentivaram o consumo da população mais carente. “O pobre ajudou a salvar o Brasil. Eu sempre digo que, antes de eu chegar à presidência, os pobres eram tratados como se fossem problema. E hoje eu digo que é a solução”, afirmou.

“Em meu país, nos anos 70, o PIB crescia 14%, 15%, e no fim da década, havia mais pobres. Até Hillary Clinton disse que adotará um Bolsa Família se virar presidente dos Estados Unidos”, afirmou o ex-presidente.