Mercosul alerta que ações unilaterais devem ser evitadas e cobra solução pacífica sobre Essequibo

Mercosul alerta que ações unilaterais devem ser evitadas e cobra solução pacífica sobre Essequibo

Reuters

Mapa de Colômbia, Venezuela, Guiana e norte do Brasil (Foto: Getty Images)

Publicidade

Os países do Mercosul afirmaram nesta quinta-feira, em declaração sobre a situação entre Venezuela e Guiana devido à disputa pela região do Essequibo, que ações unilaterais devem ser evitadas pois adicionam tensão, e cobraram ambas as partes a buscar o diálogo e uma solução pacífica.

“Os Estados Partes do Mercosul manifestam sua profunda preocupação com a elevação das tensões entre a República Bolivariana da Venezuela e a República Cooperativa da Guiana. A América Latina deve ser um território de paz e, no presente caso, trabalhar com todas as ferramentas de sua longa tradição de diálogo”, disse o bloco sul-americano em declaração após reunião de cúpula realizada no Rio de Janeiro.

Também assinam a declaração, Chile, Colômbia, Equador e Peru.