Sem rumo definido

“Marina me ligou e garantiu que não definiu apoio a Aécio”, diz presidente do PSB

Roberto Amaral criticou correligionários que já declararam apoio à candidatura do tucano e afirmou que postura não fortalece o partido.

Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – Diante dos rumores de que Marina Silva (PSB), que ficou na terceira colocação na eleição presidencial, teria definido seu apoio a Aécio Neves (PSDB) no segundo turno, Roberto Amaral, presidente nacional do PSB, foi taxativo. “Nada está definido”.

Segundo Amaral, nem Marina, nem o partido tem uma decisão final sobre quem apoiar nesse segundo turno.

“Marina me ligou e disse que as informações da imprensa de que ela já tinha definido sua posição eram inverdades. Ela me garantiu que não definiu apoio a Aécio”, explicou o presidente do PSB. “Ela vai se reunir com a Comissão do Rede hoje à noite”, completou.

Aprenda a investir na bolsa

Além disso, Amaral informou que a Executiva nacional do PSB vai se reunir amanhã às 14hrs para definir seu apoio.

Indagado sobre o fato de alguns correligionários já terem exposto que vão apoiar a candidatura de Aécio, o presidente do PSB não poupou críticas. “Cada um age da maneira que acha adequada. Isso não fortalece o partido, apenas cria a impressão de há uma desunião que não existe”, concluiu.