Lava Jato

“Maduro me pagou caixa 2 quase toda semana”, diz mulher de João Santana em delação

"O próprio Maduro, entregue [das] mãos dele malas de dinheiro. Várias", disse Monica Moura

SÃO PAULO – Vídeo da delação premiada da mulher do marqueteiro João Santana, Monica Moura, mostra ela citando o atual presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, como uma das pessoas que pagou caixa dois. Ela diz que recebia recursos das mãos dele “quase semanalmente” e “em malas de dinheiro”.

Segundo Monica, as entregas ocorreram em 2012 no gabinete de Maduro, então ministro das Relações Exteriores, e “às vezes” no Palácio de Miraflores, sede do governo federal. Os recursos eram usados para o trabalho de marketing da campanha presidencial de Hugo Chávez, morto em 2013.

“O Maduro me pagou quase semanalmente, ele me entregava dinheiro na própria Chancelaria, lá no prédio da Chancelaria, às vezes no Palácio de Miraflores. Às vezes ele me chamava na Chancelaria, eu ficava lá horas esperando… O próprio Maduro, entregue [das] mãos dele malas de dinheiro. Várias”, disse Monica.

PUBLICIDADE

Segundo ela, para dar proteção Maduro mandava ir buscá-la em “um carro blindado, um carrão preto, aquelas camionetes de roqueiro americano, funkeiro, sei lá, rapper americano, com mais dois carros, um na frente e outro atrás, me levava para a Chancelaria, entrava pela garagem e os seguranças subiam comigo para a sala dele e eu ficava lá me esperando”.