Impeachment no radar

Lula tenta traçar estratégia de resistência e promete “infernizar” Temer se Dilma for afastada

Na avaliação de Lula, se a presidente for afastada, a chance de retorno ao Planalto é remota, mas reforça montar uma espécie de "governo paralelo" se vice assumir a presidência

SÃO PAULO – Na última segunda-feira (25), o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva se reuniu com a presidente Dilma Rousseff no Palácio do Planalto e no Alvorada. Junto com ministros do PT, eles traçaram estratégias para enfrentar o processo de impeachment, que tramita agora no Senado. 

Segundo informações do jornal O Estado de S. Paulo, para Lula, Dilma deve denunciar o “golpe” em todos os seus discursos, enquanto que a ordem para o PT e os movimentos sociais é de não dar trégua ao vice-presidente Michel Temer (PMDB-SP). Além disso, o ex-presidente conversará hoje com senadores do PT, a fim de traçar o roteiro da ofensiva, ele também terá um encontro, nos próximos dias com o presidente do Senado Renan Calheiros (PMDB-AL).

Parlamentares do PT e da base aliada dão como certa a aprovação do afastamento de Dilma na primeira votação no plenário do Senado para 15 de maio; se isso ocorrer,  a presidente será obrigada a se afastar por até 180 dias. Na avaliação de Lula, se a presidente for afastada, a chance de retorno ao Planalto é remota. Porém, destaca o jornal, a estratégia consiste em infernizar a vida de Temer durante o provável “exílio” de Dilma, para expor as “fragilidades” dele e montar uma espécie de “governo paralelo”, em oposição a ele. 

PUBLICIDADE

Segundo a Folha de S. Paulo, o ex-presidente vai ainda receber o ministro da Secretaria de Governo Ricardo Berzoini e parlamentares no hotel em que costuma se hospedar em Brasília para organizar as ações do PT e do governo para os próximos dias.

Especiais InfoMoney:

Carteira InfoMoney rende 17% no 1º trimestre; 5 novos papéis entraram no portfólio de abril

Trader que perdeu R$ 285.000 com Telebras conta como deu a volta por cima

André Moraes diz o que gostaria de ter aprendido logo que começou na Bolsa