Lula rebate críticas ao suposto uso eleitoral do PAC pelo governo federal

Presidente justifica-se citando convênios com adversário, e cita criação de uma central on-line de informações sobre programa

Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – O presidente Luiz Inácio Lula da Silva classificou como “cretinice verbal” as críticas sobre o suposto caráter eleitoreiro do PAC (Programa de Aceleração do Crescimento).

Lula justificou seu comentário afirmando que caso o fato fosse verdade, na haveria sentido fazer convênios com adversários.

O presidente referiu-se à parceira com o governador José Serra (PSDB-SP) de R$ 8 bilhões e também com os governadores do Rio Grande do Sul, Paraíba e Minas Gerais (todos estes estados governados atualmente pelo PSDB).

Aprenda a investir na bolsa

Além disso, destacou que irá visitar vários Estados dentro de 15 dias, incluindo São Paulo e Rio Grande do Sul, ressaltando que o importante não é o partido do prefeito ou governador, e sim a necessidade do Estado ou cidade.

Central on-line

Por fim, o presidente declarou que pretende criar uma central on-line de informações sobre as obras, pois disse que o programa necessita de um controle mais eficiente para que não ocorra distorção de informação.