Na mira

Lula nega ter se reunido com empreiteiras para falar sobre Lava Jato

Esclarecimento veio após reportagem de O Estado de S. Paulo apontar que executivos de empreiteiras estariam pedindo socorro ao ex-presidente diante das investigações na Petrobras

arrow_forwardMais sobre

SÃO PAULO – O ex-presidente Luiz Inácio da Silva negou que tenha se reunido com executivos das empreiteiras OAS, Odebrecht e UTC/Constran para tratar da Operação Lava Jato, que investiga denúncias de corrupção na Petrobras (PETR3; PETR4), conforme apontava uma reportagem de O Estado de S. Paulo. A publicação apontava que os executivos das empresas alvo da operação estariam tratando, desde o fim de 2014, com o ex-presidente e com dirigente de seu instituto sobre as consequências financeiras da investigação e o teor das delações premiadas.

Em resposta, a assessoria de imprensa do instituto disse que “muitas pessoas, de diversos setores, procuraram o ex-presidente, que hoje não possui nenhum cargo público”, ao negar que o petista tenha recebido os empreiteiros ou que eles pediram as reuniões. Ao jornal, as construtoras também negaram o encontro.

A reportagem, publicada nesta madrugada, apontava que os executivos teriam pedido intervenção de Lula devido a preocupações com as prisões preventivas em curso e com as consequências financeiras das investigações, citando que Paulo Okamotto, presidente do Instituto Lula, admitiu ter recebido “várias pessoas” de empresas investigadas na Lava Jato.

PUBLICIDADE