Lula diz que vai lançar menos programas e que economia vai crescer mais do que o previsto

Presidente falou em fazer mais movimentos de 'prestação de contas' e que 2024 será um ano 'primoroso'

Equipe InfoMoney

Publicidade

O presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva (PT), afirmou nesta quinta-feira (11) que vai lançar menos programas e ações governamentais e fazer mais movimentos de “prestação de contas”. Disse também que 2024 será um ano “primoroso” para o Brasil e que a economia brasileira vai crescer mais do que tem sido previsto por especialistas.

Lula mencionou também a possibilidade de conversar mais com setores especializados da imprensa — com jornalistas que cobrem Educação, por exemplo. As declarações foram dadas no pronunciamento para anunciar Ricardo Lewandowski, ex-ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), como futuro ministro da Justiça e Segurança Pública.

O presidente disse que neste ano serão colhidos os frutos do que o governo plantou em 2023. “Estou convencido que nós vamos ter um outro ano primoroso neste país”, disse o presidente, que disse estar “muito feliz” com o primeiro ano de seu terceiro mandato. “A economia vai crescer mais do que os especialistas estão dizendo. Vai crescer porque as coisas estão acontecendo”.

Continua depois da publicidade

Segundo a pesquisa Focus, realizada semanalmente pelo Banco Central com agentes do mercado financeiro, a expectativa para o crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) é de 1,59% para 2024. Já a Secretaria de Política Econômica (SPE) do Ministério da Fazenda estima um crescimento de 2,2%.

(Com Estadão Conteúdo e Reuters)

Newsletter

Infomorning

Receba no seu e-mail logo pela manhã as notícias que vão mexer com os mercados, com os seus investimentos e o seu bolso durante o dia

E-mail inválido!

Ao informar os dados, você concorda com a nossa Política de Privacidade.