"Vão quebrar a cara"

Lula critica economistas e diz que Dilma fará as pessoas voltarem a sorrir

Ex-presidente critica discurso da mídia e da oposição, dizendo que setores da sociedade estão vendendo pessimismo

arrow_forwardMais sobre

SÃO PAULO – O ex-presidente da República, Luis Inácio Lula da Silva, ironizou os opositores e a mídia, afirmando que há um pessimismo exagerado com a situação econômica do Brasil e que quem acreditar que o País não vai dar certo “vai quebrar a cara”, segundo informações do Valor Econômico. As falas foram proferidas em discurso motivacional na inauguração de fábrica de cervejas do Grupo Petrópolis em Itapissuma (PE). 

As críticas não pouparam também os economistas: “Eu não frequentei a universidade. Mas se tivesse tido a oportunidade, teria cursado economia. Se tem um bicho sabido é o economista, principalmente quando está na oposição”, afirmou o ex-presidente.

Ele também falou que não se pode aceitar o pessimismo que está sendo vendido no Brasil e que os jornais, revistas e redes sociais trazem notícias que fazem parecer que o mundo acabou. 

PUBLICIDADE

Lula ainda defendeu o ajuste fiscal promovido pelo ministro da Fazenda, Joaquim Levy, dizendo que ele é necessário, mas ressalvou que tem a certeza de que no segundo semestre a presidente Dilma Rousseff (PT) voltará a fazer as pessoas sorrirem.