Novos impostos à vista

Levy estuda proposta de imposto sobre dividendos, diz colunista da Veja

Segundo o colunista Lauro Jardim, da Veja, o ministro da Fazenda estuda propostas para elevar arrecadação; além de estudar imposto sobre dividendos, ele também discute um imposto sobre herança

arrow_forwardMais sobre
Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – No último final de semana, o ministro da Fazenda Joaquim Levy admitiu que a aprovação das medidas de ajuste fiscal na Câmara fora do tamanho esperado poderá fazer com que o governo realize um contingenciamento maior do que o inicialmente previsto.

Porém, uma alternativa a esta situação para garantir o cumprimento da meta fiscal de 1,2% do PIB, seria aumentar impostos. “Toda vez que se cria um gasto novo obviamente está se contratando novos impostos”, ressaltou.

E, segundo informações do último sábado da Coluna Radar Online, da Veja, Levy tem estudado propostas para elevar a arrecadação. E com duas medidas que podem agradar a esquerda: “um imposto sobre herança e outro sobre os dividendos de aplicações no mercado de capitais”.

Aprenda a investir na bolsa

Em dezembro, o rumor de tributação de dividendos e a extinção dos juros sobre capital próprio fizeram a Bolsa afundar. Na época, o então ministro da Fazenda Guido Mantega destacou que não havia enviado uma proposta deste tipo

Segundo a coluna Radar, a propósito, está marcada para o dia 22 a reunião do conselho curador do Fundo de Investimentos do FGTS que decidirá sobre o aporte de 10 bilhões de reais ao BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social). “É uma espécie de ‘pedalada do Levy’, pois, assim, o governo usa recursos do FGTS – e não do Tesouro – para dar ao BNDES”, afirma a coluna.