Ao vivo

Lava Jato caminha para loteria no STF: qual é o cenário para o novo relator?

Acompanhe entrevista ao vivo com o analista político Richard Back, da XP Investimentos

SÃO PAULO – A dificuldade de se construir consenso em torno do nome do ministro que herdará de Teori Zavascki a relatoria dos processos vinculados à Operação Lava Jato no Supremo Tribunal Federal pode estar conduzindo a Corte a uma solução considerada indesejável para muitos: o sorteio eletrônico. Até o momento, as tentativas de se emplacar nomes como o do decano Celso de Mello, de Luís Roberto Barroso ou até mesmo de Edson Fachin esbarraram em caprichos dos ministros e provocam um clima de impasse em Brasília.

Em paralelo, a dualidade entre um iminente atraso na homologação das delações de ex-executivos da Odebrecht e a possibilidade de a presidente da Corte Cármen Lúcia fazê-lo em uma espécie de “homenagem” ao ministro que faleceu em tragédia aérea na semana passada traz novos ingredientes ao cenário político no Poder Judiciário.

Do outro lado da Praça dos Três Poderes, enquanto a lista das apostas só cresce, segue indefinido o nome do novo ministro a ser indicado pelo presidente Michel Temer para ocupar o assento deixado por Zavascki. Já no Congresso, o clima pré-eleitoral agita a última semana de recesso.

PUBLICIDADE

Para tentar entender essas e outras questões em aberto, o InfoMoney recebe o analista político Richard Back, da XP Investimentos, ao vivo a partir das 14h.

Acompanhe a entrevista abaixo: