RADAR INFOMONEY Programa desta quarta fala sobre a fusão entre Localiza e Unidas e a disparada das ações do IRB - será que o jogo virou para a empresa na Bolsa?

Programa desta quarta fala sobre a fusão entre Localiza e Unidas e a disparada das ações do IRB - será que o jogo virou para a empresa na Bolsa?

Segundo Estadão

Laudo da PF diz que crescimento patrimonial de filho de Lula é “frontalmente incompatível”

O relatório destacou que, em 2013, a "evolução patrimonial descoberto atinge valores superiores a R$ 200 mil, quantia essa significativa frente posição patrimonial do investigado"

SÃO PAULO – Um laudo apresentado pela Polícia Federal, anexado aos autos do inquérito que investiga a propriedade do sítio Santa Bárbara, em Atibaia (SP), com informações da Receita Federal, apontou que a variação patrimonial de Luís Cláudio Lula da Silva, filho do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, é “frontalmente incompatível” entre 2011 e 2013 e no acumulado do período. O documento foi disponibilizado pelo blog do jornalista Fausto Macedo, d’O Estado de S. Paulo.

“É possível concluir à vista das informações prestadas ao fisco federal, bem como da movimentação bancária, que a variação patrimonial do Sr° Luis Cláudio Lula da Silva formalmente incompatível com as sobras financeiras correspondentes nos anos de 2011 2013, no acumulado do período, apresentando-se compatível no ano de 2014. Ou seja, foi observado existência de evolução patrimonial descoberto nos anos de 2011 2013 no acumulado do período”, dizia o documento assinado pelo perito criminal federal Marcio Schiavo, datado de 26 de agosto de 2016.

O perito chega a essa conclusão após uma análise sobre a variação do patrimônio do filho do petista, das sobras financeiras e a diferença entre ambos nos anos de 2011, 2012, 2013 e 2014. O relatório destacou ainda que, em 2013, a “evolução patrimonial descoberto atinge valores superiores a R$ 200 mil, quantia essa significativa frente posição patrimonial do investigado”.

PUBLICIDADE