Teoria da Conspiração?

Julgamento do caso Renan é para impedir minha candidatura em 2018, diz Bolsonaro

O deputado do Rio de Janeiro explica porque ele pode ser afetado pela decisão da Corte Suprema sobre o presidente do Senado

SÃO PAULO – O STF (Supremo Tribunal Federal) está julgando o caso do senador Renan Calheiros e decidindo se um réu pode ou não ocupar a linha sucessória ou a própria presidência da República com o objetivo de impedir que Jair Bolsonaro (PSC-RJ) se candidate ao Palácio do Planalto em 2018. Esta é a opinião do deputado fluminense sobre o julgamento da Corte nesta quarta-feira (7).

“Essa decisão do Supremo Tribunal Federal em tirar o Renan Calheiros da presidência do Senado, por ele estar na linha sucessória presidencial, pode me atingir em 2018. Até alguns falam que esse seria, talvez, um dos objetivos”, diz o parlamentar, em entrevista ao portal Poder 360.

A preocupação de Bolsonaro tem um motivo: ele se tornou réu no STF em 21 de junho, acusado de incitação ao estupro. Durante uma discussão ríspida com a também deputada Maria do Rosário (PT-RS), o parlamentar afirmou que não a estupraria porque “ela não merece”.

PUBLICIDADE

Veja as declarações de Bolsonaro no vídeo abaixo: