Resistência

Irmão pede que Luciano Huck não seja candidato em 2018: “pelo amor de Deus, não faça isso”

Contudo, conforme aponta a Folha de S. Paulo, a candidatura do apresentador global vem ganhando força 

arrow_forwardMais sobre
Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – Por mais que Luciano Huck não fale abertamente sobre a possibilidade de ser candidato à presidência, a possível candidatura do apresentador global deixou o “anedotário” da política brasileira, com investidores, analistas e diversos partidos colocando o nome dele no radar. 

Porém, conforme aponta a Folha de S. Paulo, há uma grande resistência para a sua candidatura: a do próprio irmão de Luciano Huck, o  cineasta Fernando Grostein Andrade, que está “pedindo pelo amor de Deus” para que ele não seja candidato à Presidência. 

“Não apoio essa ideia”, disse Grostein Andrade. “Meu irmão é uma pessoa pela qual eu tenho muito carinho, que eu acho que pode contribuir bastante para a vida política do Brasil estando fora da política. Quero ele longe da política e mais perto da família”, afirmou o cineasta à publicação.

Aprenda a investir na bolsa

O diretor afirmou que vem tentando dissuadir Luciano Huck da ideia em conversas nos últimos meses, reiterando que não “apoia, endossa ou acha legal” a ideia da candidatura, afirmando ser um “equívoco”. “Falamos sobre isso, sempre comigo pedindo, pelo amor de Deus, para ele não fazer isso.”

Contudo, o nome do apresentador aparece cada vez mais na bolsa de apostas para as eleições de 2018, afirma o jornal. Na semana passada, a Folha informou que  o apresentador tornou-se assunto central em conversas de analistas, uma vez que ele representaria o pensamento liberal para a economia, sem conservadorismo nos costumes. No mundo político, apontou a publicação, o movimento é semelhante, uma vez que pesquisas que chegaram a ele e a partidos indicam forte potencial de voto no Nordeste.