Expectativas

Investidores Institucionais veem 60% de chance de impeachment, mostra pesquisa da XP

Entre os questionados, 40% acreditam que um eventual impedimento faria com que a Bolsa subisse até um patamar entre 50 mil e 55 mil pontos

SÃO PAULO – Uma pesquisa realizada pela equipe de análise da XP Investimentos com Investidores Institucionais e Assessores de Investimentos mostrou que 44% dos investidores acreditam que a presidente Dilma Rousseff tem 60% de chance de sofrer um impeachment. Outros 28% acreditam que ela tem 40% de chance. Somente 3% veem como certo o seu impedimento. 

Quer saber onde investir em 2016? Veja no Guia InfoMoney clicando aqui!

Em outubro, apenas 26% viam 60% de chance para o impeachment e 37% viam a probabilidade como 20%. 

PUBLICIDADE

A pesquisa, conduzida entre os dias 15 e 17 de dezembro, portanto, antes da decisão do STF (Supremo Tribunal Federal) de não reconhecer como legítima a chapa da oposição no processo do impeachment. Por conta da votação do Supremo, a Câmara dos Deputados deve eleger uma nova chapa para decidir como será o rito. 

Os investidores consultados acreditam também que se ocorrer, o impeahcment acontecerá no primeiro semestre de 2016 (77%), ao passo que 22% veem o destituição ocorrendo no segundo semestre do ano que vem e 1% apenas vê isso acontecendo em 2017. 

Sobre o impacto no Ibovespa, 40% veem o índice indo a um patamar entre 50 mil e 55 mil pontos após o impeachment. Outros 38% acham que ficará entre 55 mil e 60 mil pontos. Dos restantes, 13% acreditam que ele superará os 60 mil pontos. 

Já com relação ao dólar, 33% dos investidores acreditam que em um eventual impeachment de Dilma, ele iria para um nível entre R$ 3,00 e R$ 3,50 e 55% veem ele entre R$ 3,50 e R$ 4,00. 

A pesquisa foi realizada com 1.400 pessoas e teve 311 respondentes.