Política

Impeachment de Bolsonaro é rejeitado por 50% e apoiado por 46%, diz Datafolha

O levantamento, que também apontou piora na avaliação do governo, mostrou uma oscilação nos índices dos defensores da retirada do presidente do cargo

Foto de Bolsonaro usando uma máscara cirúrgica no rosto enquanto caminha em Brasília
O presidente Jair Bolsonaro (Andressa Anholete/Getty Images)

BRASÍLIA – Um eventual processo de impeachment do presidente Jair Bolsonaro é rejeitado por 50% dos brasileiros, enquanto 46% se disseram a favor da medida, segundo pesquisa Datafolha divulgada nesta quarta-feira pelo jornal Folha de S.Paulo.

O levantamento, que também apontou uma piora na avaliação positiva do governo, mostrou uma oscilação nos índices dos defensores da retirada do presidente do cargo.

Na pesquisa anterior, feita nos dias 20 e 21 de janeiro, 53% não queriam o impeachment e 42% eram favoráveis — ambas as oscilações ocorreram dentro da margem de erro de 2 pontos percentuais para mais ou para menos.

Embora a sondagem não tenha apontado uma maioria de brasileiros favoráveis ao impedimento do presidente, a maioria dos entrevistados, 56%, consideram Bolsonaro incapaz de liderar o país, segundo o levantamento. Outros 42% disseram que Bolsonaro é capaz dessa tarefa.

Na sondagem de janeiro, eram 50% os que consideravam-no incapaz de liderar o país — portanto, houve um aumento acima da margem de erro nesse quesito, no momento em que o Brasil atravessa a pior fase da pandemia, com recordes diários de mortes provocadas pela doença.

Aqueles que avaliavam o presidente capaz de liderar o país cerca de dois meses atrás eram 46%.

A sondagem ouviu por telefone 2.023 pessoas na segunda e terça-feiras.