Eleições

Ibope: Dilma volta a crescer, enquanto Aécio continua estagnado

Governador Eduardo Campos, do PSB, que corre por fora e pode ser chamado integrar uma chapa com Aécio, continua estagnado

arrow_forwardMais sobre
Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – A pesquisa Ibope desta quinta-feira (26) mostrou a recuperação de Dilma Rousseff frente o eleitorado brasileiro, depois de uma forte queda na última medição, em julho – quando os números foram impactados pelos protestos populares de junho. 

Entre as intenções de voto, Dilma, do PT, cresceu de 30% para 38%, enquanto Marina Silva, atualmente sem partido, teve queda de 22% para 16%. Considerado o principal adversário de Dilma nesta eleição, senador Aécio Neves, do PSDB, teve queda de 13% para 11% – mesmo com o fortalecimento de suas campanhas em televisão e rádio.

Já o governador Eduardo Campos, do PSB, que corre por fora e pode ser chamado integrar uma chapa com Aécio, tem 4%, queda de 5%. Ele saiu da base governista do governo para se dedicar à uma agenda oposicionista – e, dado o histórico de vitórias eleitorais e popularidade no nordeste, pode ser uma surpresa na eleição.

Aprenda a investir na bolsa