Haddad: Agenda de agosto da Câmara está alinhada com marco de garantias e marco fiscal

Ainda, segundo ele, o arcabouço fiscal precisa ter a sua solução para fechar e encaminhar ao Congresso o texto do Projeto de Lei Orçamentária Anual

Estadão Conteúdo

Diogo Zacarias/Ministério da Fazenda

Publicidade

O ministro da Fazenda, Fernando Haddad, disse nesta sexta-feira, 28, que a agenda de agosto da Câmara dos Deputados está alinhada com o marco de garantias e com o marco fiscal. Disse também que rumo dado para a agenda econômica vai ao encontro do que o Brasil precisa para restabelecer confiança e atrair investimentos, sobretudo gerar bem-estar para a população.

O ministro fez estas afirmações durante entrevista coletiva que concedeu nesta sexta-feira em São Paulo, onde cumpriu agenda.

“Vamos encaminhar Orçamento no fim do mês. A ministra Simone Tebet está alinhada com Fazenda na construção da peça orçamentária”, disse Haddad.

Continua depois da publicidade

“Penso que agenda de agosto da Câmara está bem alinhada com dois projetos importantes: marco de garantias, que volta para a Câmara, e a palavra fiscal sobre o marco fiscal. São os projetos prioritários”, ressaltou o ministro.

Ainda, segundo ele, o arcabouço fiscal precisa ter a sua solução para fechar e encaminhar ao Congresso o texto do Projeto de Lei Orçamentária Anual (PLOA). Já no Senado, de acordo com Haddad, o foco é o Conselho Administrativo de Recursos Fiscais (Carf), proposto no Projeto de Lei (PL) 2.384/2023, que devolve à Fazenda Nacional o poder de desempatar julgamentos de processos administrativos sobre dívidas tributárias.

O projeto foi aprovado na Câmara no começo de julho e agora, em agosto, será analisados pelos senadores.

Newsletter

Infomorning

Receba no seu e-mail logo pela manhã as notícias que vão mexer com os mercados, com os seus investimentos e o seu bolso durante o dia

E-mail inválido!

Ao informar os dados, você concorda com a nossa Política de Privacidade.