Governo edita MP que abre crédito de R$ 12,2 bi para atender ações emergenciais no RS

Quantia engloba série de medidas de auxílio ao RS que a gestão federal havia anunciado na quinta, no valor total de R$ 50,9 bi

Reuters

Vista aérea do centro de Porto Alegre inundado pelas chuvas (REUTERS/Diego Vara)

Publicidade

O governo Lula editou uma medida provisória que abre um crédito extraordinário de cerca de R$ 12,2 bilhões para que diversos órgãos possam usar em ações emergenciais de atendimento a municípios gaúchos atingidos pelas chuvas e enchentes que abatem a maior parte do estado nos últimos dias.

Esse valor engloba uma série de medidas de auxílio ao Rio Grande do Sul que a gestão federal havia anunciado na quinta-feira passada (9) no valor total de R$ 50,9 bilhões, com quase R$ 7,7 bilhões em impacto no resultado primário.

O valor da MP contempla ações para uso em linhas de crédito voltadas, por exemplo, à segurança alimentar, à manutenção de abrigos, à liberação de parcelas do seguro desemprego, à reconstrução de infraestrutura rodoviária e à compra pelo governo de estoques de arroz.

Continua depois da publicidade

O ato foi publicado em edição extra do Diário Oficial da União deste sábado (11) e já está em vigor.

No sábado à noite, a tragédia no estado contabilizava 136 mortes e outras 125 pessoas ainda desaparecidas, informou a Defesa Civil do estado em balanço divulgado.

No comunicado da noite, o órgão também relatou que o número de desalojados pela crise atingiu 537 mil, um aumento expressivo em relação aos 339 mil do balanço do início da tarde.

Continua depois da publicidade

O último levantamento aponta ainda que os estragos decorrentes das chuvas, alagamentos e enchentes atingem 446 municípios gaúchos, de 497 no total. Mais de 2,1 milhões de pessoas foram atingidas.

Tópicos relacionados