Governo do Japão quer estender por mais dois anos apoio ao Iraque

Proposta que amplia por mais dois anos a participação japonesa na reconstrução do Iraque será levada ao Parlamento

arrow_forwardMais sobre

SÃO PAULO – O governo do Japão vai submeter à apreciação do Parlamento uma proposta que deve estender por mais dois anos a participação de suas Forças de Autodefesa (como é denominado do Exército do país) na reconstrução do Iraque.

Hoje, o apoio logístico japonês aos trabalhos de segurança e de reconstrução no Iraque é regulado por meio de uma normativa, com duração de quatro anos e cuja validade expira em 31 de julho deste ano.

Opiniões divididas

Caso a proposta seja aprovada, esta será a terceira extensão da presença japonesa entre os países que oferecem assistência ao Iraque, sob a égide das forças norte-americanas.

PUBLICIDADE

No entanto, a revisão da medida divide opiniões dentro do governo. Enquanto os ministros da Defesa e das Relações Exteriores querem que a participação japonesa se prolongue por mais dois anos, a Secretaria do Gabinete considera melhor o período de um ano, já que os Estados Unidos têm sofrido constantes críticas a respeito de sua política intervencionista no Iraque.

Atualmente, o Japão presta apoio ao Iraque principalmente no transporte de tropas e mercadorias, para o qual utiliza três aviões C-130 e 200 soldados das forças aéreas com base no Kuwait.