Jorge Picciani

“Governista”, presidente do PMDB-RJ diz que Dilma cairá em 90 dias, segundo jornal

Jorge Picciani disse a aliados que suas declarações foram gravadas sem que ele soubesse e reclamou de "deslealdade" de um dos presentes

Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – Defensor contundente da manutenção da presidente Dilma Rousseff no cargo, o presidente do PMDB-RJ, Jorge Picciani, pai do líder do partido na Câmara dos Deputados, Leonardo Picciani, avaliou em reunião fechada na última quarta-feira (8) que a presidente Dilma Rousseff cairá em 90 dias, segundo informações do jornal Extra.

Picciani falou sobre o assunto ao discutir pacote econômico proposto pelo governo estadual para congelar os salários dos servidores e elevar a contribuição previdenciária do funcionalismo (11% para 14%). 

“Nós temos que aguardar as coisas. Não podemos trabalhar sob hipóteses. Nós tínhamos uma coisa concreta no projeto aqui (pacote do Executivo retirado temporariamente da Alerj, pelo próprio governo, para ajustes). Se você perguntar a minha opinião, o governo federal vai cair nos próximos três meses. A crise vai aumentar aqui. Essa é uma opinião política. Não fui eu que dei ela aqui”, disse ele. 

Aprenda a investir na bolsa

Segundo o Estadão, o presidente do PMDB-RJ disse a aliados que suas declarações foram gravadas sem que ele soubesse e reclamou de “deslealdade” de um dos presentes. A avaliação de que Dilma não se sustentará no governo é feita por lideranças do PMDB-RJ após as notícias sobre a delação premiada do senador Delcídio Amaral (PT-MS), que afirmou que Dilma tentou interferir no Judiciário. 

Especiais InfoMoney:

Como o “trader da Gerdau” ganhou meio milhão de reais na Bovespa em 2 meses 

InfoMoney faz nova atualização na Carteira Recomendada de março; confira

André Moraes diz o que gostaria de ter aprendido logo que começou na Bolsa