Retaliação

Examinador do Detran foi suspenso do trabalho após reprovar filha de Cunha

Funcionário, que é irmão de Zico, ficou 30 dias fora do Detran após carta enviada pelo peemebista ao presidente do órgão

arrow_forwardMais sobre
Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – O examinador da prova do Detran, Antônio Antunes Coimbra, irmão do ídolo do Flamengo, o ex-jogador Zico, foi suspenso de trabalhar por 30 dias em 2008. Além disso, ele nunca mais foi chamado para a banca de examinadores. A punição ocorreu após ele reprovar no exame Camilla Ditz da Cunha, a filha do então vice-líder do PMDB na Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB-RJ). 

Segundo informações do jornal O Globo, Coimbra descobriu apenas dois dias depois da prova que o peemedebista havia enviado carta ao Detran acusando o examinador de tentar extorqui-la. 

A justificativa de Coimbra para a reprovação é que Camilla entrou na vaga sem dar a seta, o que lhe rendeu três pontos negativos e depois saiu sem soltar o freio de mão, o que acarretou na retirada de mais dois pontos. Com o resultado maior que os quatro máximos para que o motorista passe, o irmão de Zico a reprovou. De acordo com o funcionário do Detran, a filha de Cunha foi avaliada por Jairo Ferreira de Melo, ficando Coimbra do lado de fora do carro, apenas anotando a ficha. 

Aprenda a investir na bolsa

O deputado, contudo, enviou ao então presidente do Detran, Sebastião Faria, uma outra versão, segundo a qual, Camilla foi abordada antes do exame por um funcionário do Detran que teria exigido R$ 400 para aprová-la. A filha do parlamentar teria percebido neste momento que outros alunos da auto-escola haviam pago. 

Em um mês, a sindicância contra Coimbra foi instaurada e ele foi punido por insubordinação, e não extorsão, como aparecia na denúncia de Cunha. 

À época, um e-mail enviado pelo governador do Rio, Sérgio Cabral, à presidência do Detran elogia a família Coimbra, que, segundo o ele é “sinônimo de honestidade e caráter”. O e-mail ainda traz uma crítica a Eduardo Cunha. “Esse senhor que acusa um membro da família (de Zico) é sinônimo do que há de pior na vida pública brasileira”. Em seguida, garante aos Antunes: “No meu governo, bandido não tira onda de mocinho”. Mas Cunha conseguiu o que queria.

Especiais InfoMoney:

Carteira InfoMoney rende 17% no 1º trimestre; CLIQUE AQUI e baixe!

Trader que perdeu R$ 285.000 com Telebras conta como deu a volta por cima

PUBLICIDADE

André Moraes diz o que gostaria de ter aprendido logo que começou na Bolsa