Empresa japonesa frauda declaração de impostos por 7 anos

Segundo o Escritório Regional de Impostos de Tóquio, NEC omitiu ganhos de &yen 2,2 bilhões (US$ 18,48 milhões)

SÃO PAULO – A fabricante japonesa de componentes eletrônicos NEC fraudou por sete anos consecutivos, de forma intencional, a declaração de &yen 2,2 bilhões (US$ 18,48 milhões) em impostos até o fim do ano fiscal de 2005.

A fraude foi descoberta pelo Escritório Regional de Impostos de Tóquio. A investigação determinou que 10 empregados da companhia cometeram comércio ilegal, inclusive pedidos falsos de subcontratação.

Ocultação de faturamento

De acordo com o órgão, durante o tempo em que durou a fraude, a empresa deixou de declarar &yen 3,96 bilhões (U$ 33,27 milhões), sendo &yen 2,2 bilhões em ocultação de faturamento e &yen 1,76 bilhões (US$ 14,78 milhões) em erros contábeis.

PUBLICIDADE

Por conta disso, a companhia não precisou aumentar sua contribuição aos cofres públicos devido à fraude, já que, durante o ano fiscal 2005, sofreu grandes perdas.

A companhia fez um pedido público de desculpas e garantiu que vai melhorar seus controles, para evitar incidentes parecidos no futuro.