Eleições: Alckmin cresce na pesquisa espontânea, mas Lula ainda vence no 1º turno

Tucano cresce dez pontos na pesquisa espontânea; Lula tem vantagem de 6 pontos sobre a soma dos demais candidatos

Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – Mostrando forte evolução de sua popularidade perante o eleitorado brasileiro, o candidato Geraldo Alckmin (PSDB) avançou 10 pontos percentuais na sondagem espontânea realizada pelo Ibope e publicada nesta sexta-feira, dia 04 de agosto.

O tucano aparece agora com 14% da preferência do eleitorado ante os 4% de junho. Apesar do melhor desempenho, a supremacia de Lula ainda é inquestionável. Na sondagem espontânea, o petista teria 31% das intenções de voto se as eleições presidenciais fossem hoje, crescimento de 4 pontos percentuais frente a ultima aferição.

O levantamento, encomendado pela CNI (Confederação Nacional da Indústria ) foi realizado entre 29 e 31 de julho, com 2.002 eleitores em 142 municípios em todo o país. A margem de erro é de 2 pontos percentuais.

Lula ainda vence no primeiro turno

Aprenda a investir na bolsa

Em mais um ponto favorável ao presidente-candidato, a pesquisa CNI/Ibope mostrou que se as eleições fossem hoje Lula ainda venceria no primeiro turno, com vantagem de 6 pontos percentuais sobre a soma dos demais candidatos.

Lula teria hoje 44% dos votos no primeiro turno contra 25% de Geraldo Alckmin. A senadora Heloísa Helena (PSOL) teria 11%. Em relação à última pesquisa, Alckmin caiu dois pontos percentuais. Lula manteve o mesmo percentual de intenções de voto.

Em um eventual segundo turno, Lula aparece agora com 50% e Alckmin com 36%. A vantagem do petista aumentou de 9 para 14 pontos percentuais.