única condição

Dilma impõe uma condição para aparecer em julgamento final do impeachment

Presidente afastada não quer perguntas, segundo informa o jornal O Globo; contudo, integrantes da base do governo Michel Temer avaliam como difícil dar essa garantia a ela

Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – De acordo com informações do jornal O Globo, aliados da presidente afastada Dilma Rousseff estão em busca de um acordo que permite a ela comparecer ao julgamento final de seu processo no plenário do Senado. Porém, sem ser interpelada pelos parlamentares. Ela quer  garantia de que não será atacada ou desrespeitada.

Porém, integrantes da base do governo Michel Temer avaliam como difícil dar essa garantia a ela, não querendo se comprometer em não fazer perguntas.

José Eduardo Cardozo, advogado de Dilma, afirmou que só vale a pena comparecer se ela “falar e ir embora”. Os aliados da presidente afastada avaliam que ela poderia aproveitar sua presença no julgamento para fazer um discurso de despedida do cargo.

Aprenda a investir na bolsa

DEM e PSDB não asseguraram que abrirão mão de fazer perguntas e, por isso, dizem que seria melhor Dilma se preservar e sequer comparecer.