Presidente afastada

Dilma fará pronunciamento ao Senado e à nação hoje às 15h

Na mensagem, Dilma deverá propor na carta a realização de plebiscito sobre a convocação de eleições presidenciais antecipadas

SÃO PAULO – A assessoria da presidente afastada Dilma Rousseff informou que ela divulgará nesta terça-feira (16), às 15h (horário de Brasília), uma mensagem ao Senado e ao povo brasileiro. Mais cedo, a assessoria havia divulgado que o evento aconteceria amanhã, mas logo corrigiu a informação. 

Ela deverá propor na carta a realização de plebiscito sobre a convocação de eleições presidenciais antecipadas. O documento tem sido estudado nos últimos dias por Dilma e aliados, inclusive parlamentares, e será um dos últimos posicionamentos dela antes do julgamento final do processo de impeachment.

Na semana passada, 59 senadores votaram pela aceitação do parecer que dá continuidade ao processo. Com isso, o julgamento de Dilma por crime de responsabilidade terá início no próximo dia 25, uma quinta-feira.

PUBLICIDADE

De acordo com parlamentares petistas, a presidente não adotará um tom de despedida na carta. Segundo o senador Humberto Costa (PT-CE), ela fará no documento uma avaliação da conjuntura atual e dirá quais seriam as consequências caso seja definitivamente impedida.

(Com Agência Brasil)