No Twitter

Dilma culpa “grande mídia” e PSDB pelo primeiro presidente denunciado por corrupção na história

Em uma série de postagens em seu perfil no Twitter, ex-presidente diz que grupos que apoiaram seu impeachment "conheciam a conduta do grupo que assaltou o Planalto e são responsáveis diretos por sua ascensão"

SÃO PAULO – A ex-presidente Dilma Rousseff fez uso de sua conta no microblog Twitter para criticar o processo de impeachment, concluído há pouco menos de um ano, e seu sucessor Michel Temer após a apresentação de denúncia contra o peemedebista por corrupção pelo procurador-geral da República, Rodrigo Janot.

Na avaliação da petista, afastada do cargo sob a alegação de crime de responsabilidade pela edição de decretos de crédito suplementar e as chamadas “pedaladas fiscais”, o resultado do processo que ela classifica como “golpe” foi “deixar o país nas mãos do único presidente denunciado por corrupção na história”.

Dilma também aproveitou para criticar os grupos que apoiaram sua saída da presidência da República no ano passado, com destaque para a “grande mídia” e o principal partido da oposição naquele momento, o PSDB.

PUBLICIDADE

Eis a sequência de postagens feitas pela ex-presidente: