Após detenção

“Deitei no chão para evitar qualquer violência”, afirma Suplicy após ser detido; veja vídeo

Após liberação, o ex-senador disse a jornalistas que relatou ao delegado ter deitado no chão para evitar confronto entre policiais e os moradores

arrow_forwardMais sobre

SÃO PAULO – Após ser detido na manhã desta segunda-feira (25) em uma reintegração de posse em São Paulo, o ex-senador Eduardo Suplicy (PT-SP) falou a jornalistas após prestar depoimento no 75º Distrito Policial (DP), no Jardim Arpoador. Suplicy foi liberado às 14h30, após ficar cerca de três horas detido.

Ele disse a jornalistas que relatou ao delegado ter deitado no chão para evitar confronto entre policiais e os moradores. “Havia um grupo de policiais militares avançando com escudos e uma escavadeira que estava avançando logo atrás, e do outro lado estavam os moradores, pelo menos 80″, afirmou. “Começou a haver um encontro daquelas pessoas e os policiais. Eu, então, fiquei com receio de que pudesse haver uma cena de violência quase que incontrolável, então eu falei: ‘Vou me deitar aqui para prevenir e evitar qualquer violência’, E foi isso que aconteceu.”

O ex-senador afirmou ter considerado que não houve excesso da polícia. “Não acredito que houve abuso [policial] porque eu próprio disse a eles: ‘Se quiserem, me levem’.” E só se queixou da maneira como os policiais o pegaram “Disse: ‘Assim vocês vão quebrar meu braço’. E eles diminuíram a força.”

PUBLICIDADE

Em nota, a Secretaria da Casa Civil de SP afirmou “lamentar que o ex-senador Eduardo Suplicy tenha aproveitado a fragilidade de famílias para tumultuar uma reintegração de posse em cumprimento a uma ordem judicial solicitada pela Prefeitura de São Paulo, dona do terreno”.

Confira a fala de Eduardo Suplicy:

 

Confira o vídeo de Suplicy sendo detido que circula pelas redes sociais: