Equidistância

Defesa de Lula questiona relações entre desembargador e Sergio Moro, diz colunista

Os atritos entre Lula e Moro se intensificaram ainda mais recentemente com o ingresso do petista com recurso na ONU contra supostas ações parciais do juiz encarregado de cuidar da Operação Lava Jato

Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – A defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva questionou um desembargador do Tribunal Regional Federal da 4ª Região sobre sua relação com o juiz Sergio Moro. Segundo a colunista Mônica Bergamo, do jornal Folha de S. Paulo, os advogados do petista quiseram saber se João Pedro Gebran Neto tem proximidade com o juiz da Operação Lava Jato e se seria padrinho de um de seus filhos.

A defesa de Lula, no pedido, teria citado a necessária equidistância que deve ser observada pelo magistrado. O tribunal e a assessoria de Moro tiveram a mesma resposta: que apenas se manifestam sobre as questões processuais.

Os atritos entre Lula e Moro se intensificaram ainda mais recentemente com o ingresso do petista com recurso na ONU (Organização das Nações Unidas) contra supostas ações parciais do juiz encarregado de cuidar da Operação Lava Jato.

Aprenda a investir na bolsa