CPI deve convocar acusados de envolvimento com vazamento de dossiê

Secretário da Casa Civil teria enviado a assessor de senador tucano e-mail com dados sigilosos sobre gastos de FHC

Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – A CPI mista dos gastos com cartões corporativos deve votar nesta segunda-feira (12) requerimento para a convocação de José Aparecido Nunes Pires, acusado de ser o responsável por vazar dados sigilosos sobre gastos efetuados pelo ex-presidente Fernando Henrique Cardoso.

Além de Aparecido, secretário de controle interno da Casa Civil, a CPI pode convocar André Fernandes, assessor do senador Álvaro Dias (PSDB), apontado como receptor das informações por meio da troca de e-mails.

Disputa Continua

No entanto, parlamentares da oposição pressionam por um novo depoimento da ministra Dilma Rousseff, acusada de mentir a respeito da elaboração do dossiê, afirmando a importância da identificação do propósito para o qual ele teria sido produzido.

Aprenda a investir na bolsa

Os governistas, todavia, continuam a defender a ministra-chefe da Casa Civil, argumentando que a oposição age de má fé, uma vez que a criação de um banco de dados – e não um dossiê com propósito político – seria conhecida desde 2005.